Preparação para a viagem

  • Se o seu filho for voar, peça um atestado de viagem para o médico ou enfermeiro dele. As empresas aéreas permitem que você carregue suprimentos para diabetes no avião, mas é sempre bom ter um atestado por segurança, em caso de necessidade.
  • Coloque os suprimentos para diabetes na mala de mão. Dessa forma, você se certificará de que os suprimentos para diabetes do seu filho estarão com ele no destino.
  • O seu filho pode usar a pulseira ou colar de alerta médico.
  • É melhor desconectar a bomba de insulina do seu filho durante a decolagem e pouso, porque as alterações na pressão de ar podem afetar o fornecimento de insulina. Lembre-se de reconectar a bomba depois da decolagem e do pouso!

Suprimentos para o avião

  • Medidor de glicose sanguínea, fitas de teste e lancetas
  • Insulina de ação rápida (Humalog®, NovoLog® ou Apidra®) e seringas ou agulhas de caneta
  • Insulina de ação basal (Levimir®, Lantus® ou NPH)
  • Medidor de cetona e/ou fitas de cetona de urina
  • Suprimentos de hipoglicemia, como:
    • Carboidratos de ação rápida, por exemplo, tabletes de glicose ou glucagon
    • Outros alimentos, se o voo atrasar
  • Se o seu filho tem uma bomba, traga:
    • Baterias extras e conjuntos de infusão
    • Seringas para preencher o reservatório e para serem usadas em caso de falha da bomba

Como administrar insulina basal quando você mudar de fuso horário

  • Se o seu filho tem uma bomba, redefina a hora na bomba para o novo fuso horário quando ele chegar ao destino. Redefina para o fuso horário local quando o seu filho retornar.
  • Se o seu filho toma insulina de ação lenta a cada 24 horas, ele deve continuar tomando a cada 24 horas. Isso significa que o seu filho precisa tomar a próxima dose no novo fuso horário.
  • Se desejar, você poderá adiantar ou atrasar em uma hora a cada dia para chegar no horário que é conveniente para você e o seu filho. Ele pode tomar a insulina às 8h00 um dia, às 7h00 no próximo dia e às 6h00 no dia seguinte. Pode ser mais prático começar ajustando o horário antes de viajar. Essa é a melhor forma para viagens a lugares onde os fusos horários têm apenas algumas horas de diferença.
  • Há outras formas de ajustar o horário da insulina ao mudar de fuso horário. A equipe de diabetes do seu filho pode ajudar a criar um plano personalizado.

Diversão no seu destino

Diversão ao sol

  • Embora a insulina não precise ser refrigerada, alterações extremas na temperatura podem diminuir a potência da insulina.
  • Armazenar a insulina em local fresco é a melhor opção. Mantenha a insulina longe de luz solar direta na praia ou no carro.
  • Se o seu filho for ficar na água e desconectado da bomba na maior parte do dia, seria bom administrar uma injeção de insulina basal para fornecer insulina por 24 horas. Você também pode desconectar a bomba do seu filho por uma hora ou mais antes de reconectar.
  • Considere usar um frasco novo de insulina se perceber que o seu filho está com um nível alto de açúcar no sangue que não está diminuindo como esperado com as doses normais de insulina. A insulina pode ter sido exposta a temperaturas extremas.
  • No parque de diversões
  • Considere o conselho acima sobre o calor e desconecte a bomba.
  • As bombas de insulina devem ser desconectadas em atrações que se movem rápido e que viram de cabeça para baixo.

Viagem para for a dos Estados Unidos

  • Lembre-se de levar suprimentos extras. Alguns equipamentos, suprimentos ou tipos de insulina podem não estar prontamente disponíveis no seu destino. A equipe de diabetes do seu filho não pode fazer prescrições internacionais.
  • Tenha um plano de emergência sobre onde encontrar ajuda ou com quem entrar em contrato em caso de emergência.
  • Lembre-se de usar insulina U-100. A insulina nos Estados Unidos é a U100 (100 unidades por mililitro). A insulina fora dos Estados Unidos também pode ser U-40 (40 unidades por mililitro).

Se tiver dúvidas, entre em contato conosco. Entre em contato no telefone (617) 726-2909. Boa viagem!

Rev. 11/2018